Jefferson diz que dieta foi divulgada para ‘desqualificar’ pedido ao STF | Paulo Afonso Tem

Jefferson diz que dieta foi divulgada para ‘desqualificar’ pedido ao STF

Jefferson diz que dieta foi divulgada para desqualificar pedido ao STF  Jefferson diz que dieta foi divulgada para 'desqualificar' pedido ao STF Jefferson diz que dieta foi divulgada para desqualificar pedido ao STF

Delator do esquema do mensalão, o ex-deputado do PTB Roberto Jefferson afirmou nesta segunda-feira (16), em um blog que mantém na internet, que a dieta prescrita por seus médicos, que inclui salmão defumado e geleia real, foi divulgada “apenas com o intuito de desqualificar o pedido de prisão domiciliar”.

Jefferson foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a 7 anos e 14 dias pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A Suprema Corte ainda não expediu a ordem de prisão do ex-parlamentar do PTB.

“Não sei quem, mas alguém divulgou a dieta prescrita por meus médicos não para informar, mas para me ridicularizar”, afirmou. “Quando alguém recebe uma dieta significa que vai comer tudo que ali está ou a mesma serve de parâmetro, de guia?”, disse o ex-deputado.

Jefferson afirmou que não come salmão defumado, apesar de estar prescrito na dieta.

Na última quinta-feira (12), Jefferson, que se submeteu a procedimento cirúrgico no ano passado para tratamento de um câncer, informou em documento enviado ao STF ter preferência por cumprir a pena imposta pelos ministros do STF em sua residência, no município de Levy Gasparian (RJ).

No documento, Jefferson também indagou se algum presídio teria condições de oferecer a ele a dieta diária que necessita para tratamento de “síndrome metabólica caracterizada por diabete mellitus tipo II, dislipidemia, caracterizada pela presença de níveis elevados de lipídios (gorduras) no sangue, hipertensão arterial sistêmica e histórico de obesidade mórbida”.

Segundo o delator do mensalão, a dieta prevê, entre outros itens, geleia real, queijo branco, pão integral, suco batido com água de coco, salmão defumado, omelete de claras e whey protein (tipo de proteína). Jefferson passou por uma cirurgia em julho de 2012 para retirada de tumor no pâncreas. Em dois anos, ele perdeu 20 quilos, conforme os médicos que o atenderam.

O ex-deputado do Rio disse que na cirurgia em que foi extraído o câncer “retiraram o duodeno, quatro quintos do estômago, um terço do intestino delgado, parte do fígado e a cabeça do pâncreas”. “Vou no mínimo oito vezes ao banheiro diariamente.”, afirmou no blog. “A alimentação, portanto, é crucial no meu tratamento.”

A condenação de Jefferson já transitou em julgado, ou seja, não cabe mais nenhum recurso. Joaquim Barbosa já poderia ter determinado a prisão, mas pediu laudo médico para decidir se o ex-parlamentar pode cumprir pena em presídio ou se deverá obter prisão domiciliar.

Laudo feito pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca), informando que Jefferson não tem necessidade de permanecer em casa, foi enviado para defesa e Procuradoria-Geral da República opinarem.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu para o STF averiguar se o presídio que eventualmente receberá o ex-deputado  tem condições de dar atendimento médico e dieta específica a Jefferson.

Dieta
Roberto Jefferson também publicou em seu blog nesta segunda a alimentação que deve seguir diariamente e as orientações prescritas pelos médicos.

Veja abaixo a dieta que os médicos do delator do mensalão prescreveram:

Café da manhã: duas bananas com mel e canela; geleia real; meio mamão papaia; pão preto integral, quatro unidades (fatias); duas fatias de queijo minas; café com leite de baixa lactose; café; ou meio mamão papaia; banana (duas unidades), queijo minas, omelete de claras, pão preto integral (três a quatro fatias), café com leite de baixa lactose.

Colação (entre o desjejum e o almoço): suco batido com água de coco, whey protein – uma colher medida, bater com cenoura, beterraba, maçã, banana; ou suco verde: pepino, maçã, laranja lima, cenoura, salsa, couve, whey protein.

Almoço: salada de alface com tomate e brócolis; arroz integral, feijão sem carnes; carne, peixe ou frango (dois pedaços, qualquer preparação); não usar à milanesa ou à dorê. Poderá fazer grelhado ou refogado. Se gostar, tempere com bastante alho, cebola, salsinha e cebolinha; ou salmão defumado, atum, badejo; salada de folhas de alface, com brócolis, tomate; arroz integral; legumes: chuchu, abóbora, abobrinha, vagem ou ervilha em folhas; sobremesa – frutas.

Lanche: igual ao desjejum; reduza a quantidade de pão; sanduíche com pão integral e queijo minas.

Jantar: sopa de legumes e verduras com carnes magras.

Ceia: suco de frutas ou fruta em pedaços.

Fonte G1.


Compartilhe esse artigo com seus amigos:

Curta-nos


Deixe uma resposta