Entrevista com a designer de Bijus pauloafonsina da Audácia Bijuterias, a empresária Jeane Gilcia. | Paulo Afonso Tem
entrevista-audacia-bijuterias-paulo-afonso (2)

Entrevista com a designer de Bijus pauloafonsina da Audácia Bijuterias, a empresária Jeane Gilcia.

Conheça melhor a designer de Bijus pauloafonsina que esta fazendo a cabeça das mulheres de todo Brasil.

entrevista-audacia-bijuterias-paulo-afonso (2)  Entrevista com a designer de Bijus pauloafonsina da Audácia Bijuterias, a empresária Jeane Gilcia. entrevista audacia bijuterias paulo afonso 21

Como a maioria dos empreendedores individuais Jeane Gilcia começou confeccionando suas bijus na sala de sua casa. Segundo suas próprias palavras, sentada no chão. Mas o reconhecimento do seu trabalho, mesmo que ainda em pequena escala, já lhe proporcionou um ateliê montado em sua casa. Jeane é uma pessoa muita alegre, sorridente, de bem com a vida, e expressa essa alegria nas bijus que confecciona. Mãe de dois filhos, guerreira, gente que faz. Vamos conhece-la melhor?

Paulo Afonso tem: Jeane vamos falar um pouco sobre a história da Audácia. Como foi escolhido o nome Audácia? E por que você escolheu esse nome?

Jeane: a gente tinha várias opções de nomes. Como eu já tinha uma loja onde vendia peças íntimas e outros acessórios para mulheres, peças diferentes, ousadas,  fiquei pensando numa opção que representasse isso. Então eu descobri esse nome Audácia,  que significa: Ousadia em Espanhol. Como minhas coisas eram diferentes,  e  vinham pra modificar, então eu pedi opinião entre dois nomes  e na votação foi escolhido esse nome:  Audácia. E do nome da loja  de lingeries passei para Bijuterias.

entrevista-audacia-bijuterias-paulo-afonso (4)  Entrevista com a designer de Bijus pauloafonsina da Audácia Bijuterias, a empresária Jeane Gilcia. entrevista audacia bijuterias paulo afonso 4

Paulo Afonso tem:  Quem participou desta votação?

Jeane: A família! Willine, Minha Irmã (Jackeline da Loja A Francesa) e eu.

Paulo Afonso tem: E como surgiu seu interesse por bijuterias?

Jeane: Eu sempre gostei de Arte, sempre. Fiz  o curso de pedagogia, mas ficou faltando a monografia. Trabalhei  como  professora, e sempre no meu trabalho de professora, meu negócio era  arte. Toda festa de criança da nossa casa quem fazia era eu, até hoje toda decoração sou eu quem faço. Com 18 anos já fiz 2 cursos de bijus, aqueles cursinhos básicos e me apaixonei. Só que como eu fui trabalhar com outras coisas, acabei deixando de lado. De repente eu comecei a fazer de novo, comecei a trabalhar de novo com isso e fui cada vez mais me aperfeiçoando, fui buscando,  buscando, descobrindo onde se comprava melhores materiais para as bijus durar mais tempo, porque biju é uma coisa que a gente compra e nem sempre dura o tempo que a gente quer que dure. Fui descobrindo os truques para a biju durar mais tempo. E então  depois que eu coloquei no facebook, estourou de uma hora para outra, nem esperava de  repente começou a fazer sucesso.

Paulo Afonso tem: Jeane, o que os bijus da Audácia têm,  que as outras não têm?

Jeane: Exclusividade! Eu sempre teclo nisso né? Bato nessa mesma tecla.  além de exclusividade,  a biju que Audácia é uma biju fina. Você faz a biju pra pessoa usar e mesmo que tenha 10 brincos de modelos parecidos sempre vai ter uma pedra diferente, uma cor diferente, uma franja diferente, nunca vai ser igual. E outras 2 coisas que eu sempre tento oferecer para o meu cliente: preço, porque sou eu que produzo e tento não colocar o preço que muitas lojas colocam, bem acima do preço que deve colocar,  e outra coisa é o material,  eu procuro comprar sempre de melhor qualidade.

entrevista-audacia-bijuterias-paulo-afonso (1)  Entrevista com a designer de Bijus pauloafonsina da Audácia Bijuterias, a empresária Jeane Gilcia. entrevista audacia bijuterias paulo afonso 1

Paulo Afonso tem: Realmente são bijus lindas e finas que a Audácia produz.E qual é o público das bijus  Audácia hoje?

Jeane: Hoje Graças a Deus,  como minha biju não é cara, todo mundo pode usar. Se eu fosse precificar de acordo com as lojas, o que muitas lojas praticam como  preço justo seria uma biju que nem todo mundo usaria. Eu faço a linha mais pop, que é aquela que todo mundo pode usar, mas é exclusivo do mesmo jeito, e trabalho com a linha mais especial, que gasta mais material, que o material é mais caro ainda.  Então  hoje graças a Deus  tanto tem as pessoas que gostam das coisas mais finas, como também o popular me compra. No facebook eu tenho clientes, que trabalham em empregos simples, e vem aqui e me compram brincos,  e são clientes excelentes.  Eu não quero colocar minhas bijus só pra tal pessoa,  quero que todo mundo use.

Paulo Afonso tem: Jeane, onde você se inspira pra fazer as bijuterias Audácia?

Jeane: Eu sempre leio tudo sobre moda, estou também de olho em todas as apresentadoras famosas, adoro Eliana, Ana Hickmann, Ticiane, Sabrina Sato, que são mulheres que ditam a moda, então eu vejo  aquilo ali que elas estão usando e já vou me basear naquilo. Agora eu não copio. Já me disseram uma vez que se eu vivesse de réplica  já tinha enricado, mas eu não quero isso. Eu prefiro não ganhar, mas não copio nada de ninguém. Você viu eu falando pra cliente agora que eu não vendo igual. Então… Aí começam a vir idéias na minha cabeça,  eu chego numa loja, vejo aquele material, eu olhando o material bruto não dou nada por ele, então  eu chego em casa, sento com ele no meu ateliê, coloco hinos pra tocar e de repente… começam a brotar as idéias e eu pego uma pedra aqui, coloco ali, então antes de tudo é  inspiração divina, sempre estar de olho na moda, procurando, buscando, vendo o que esta em alta, é isso aí, minha inspiração é essa, e em mim mesma que sou muito vaidosa.

Paulo Afonso tem: Ok!

Jeane: O que eu gosto, eu faço para os outros.

entrevista-audacia-bijuterias-paulo-afonso (3)  Entrevista com a designer de Bijus pauloafonsina da Audácia Bijuterias, a empresária Jeane Gilcia. entrevista audacia bijuterias paulo afonso 3

Paulo Afonso tem: E qual a matéria-prima utilizada para fazer suas bijus? Como é que você faz a seleção da matéria-prima?

Jeane: Por exemplo: Eu idealizo uma bijuteria, crio ela na mente e fico pensando, o que eu posso fazer para  que dê certo aquela minha idéia. Existem hoje, muitos vídeos no Youtube, onde têm muitas dicas. Eu vou lá assisto um, assisto outro,  e vou tirando minhas dúvidas. O que eu posso fazer pra ficar do meu jeito. Eu vejo aquilo ali e digo: Isso daqui vai dar certo pra isso. Às vezes chego lá na loja de material e a dona  chega pra mim: – Jeane, tu conhece esse produto? Serve pra que? E eu falo: Não sei pra quê serve não, mas eu vou inventar uma coisa pra ele. No outro dia eu chego lá com um brinco. Esses brincos que eu já fiz, os leques de pena mesmo. Estava lá o estoque de pena. Começou o verão, eu inventei outra franja pra esses brincos, para inovar,  eu vou fazer uma franja diferente. Aí fiz franja de pena! Foi o maior sucesso! Eu sempre compro em fábricas de Minas Gerais, fábricas de São Paulo. Porque a gente pode pedir para dar banho de ouro flash entendeu? O banho de ouro flash que eu lhe falei que impede que a bijuteria fique preta rápido. E a matéria-prima é assim que eu escolho: olhando.

Paulo Afonso tem: Eu vejo que você lança coleções, e  quando lança você sempre coloca o álbum nas redes sociais. E qual a próxima coleção da Audácia bijus

Jeane: Já estou começando.  Eu não achei que o brinco leque ia durar tanto. O brinco leque, que é o meu carro chefe e  foi o que me estourou no Facebook e até hoje continua estourado! Então eu achei que o leque não ia durar tanto, mas continuou e foram aparecendo leques de franja, sem franja. Hoje o sucesso é o marroquino, onde eu coloco medalhas, moedas e hoje eu  já estou começando a lançar a coleção de final de ano. Coleção com muito brilho, muito chamativa, colares bem chamativos, porque vêm muita formatura, vem Réveillon, Natal, e as pessoas gostam  muito dourado.Eu achava que esse ano ia dar só dourado, mas vai dar dourado, ouro velho e prata envelhecido. Estas cores vão ser o auge do final do ano, separadas  e até as três misturadas.

Paulo Afonso tem:  Jeane quais os planos da Audácia para o futuro?

Jeane: Meus planos… Ai meu Deus, são tantos. Mas o principal de todos eles é o meu site. Trabalhar com meu site para organizar desfile, para  vender pela internet, porque a internet é minha maior ferramenta  de vendas. Aqui na loja eu coloco, mas quem vem na loja, vem indicado pela internet. Porque aqui as pessoas pensam que só vende perfume importado. Ninguém percebe que tem bijuteria aqui. Então as pessoas  vem porque viram no Facebook, ou porque alguma colega indicou. Então, eu quero trabalhar com internet. Quero ter loja virtual.

Paulo Afonso tem: Fala mais dos novos modelos.

 Jeane:  Eu trabalho com strass marroquino, que é um acessório diferenciado, caro, e o brilho dele é diferente do strass comum.  Ele não é comprado por quilo, ele é comprado por pedra. Então se torna  um valor maior, mas em compensação conseguimos  uma bijuteria com essa aparência de semi-jóia, digamos assim.

Paulo Afonso tem:  Jeane, você se sente uma vitoriosa hoje com a sua  marca “Audácia Bijous”?

Jeane: Me arrepiei! Eu me sinto uma vitoriosa sim.  Ás vezes quando estou nas dificuldades me sinto um pouco derrotada, mas  basta eu terminar um brinco, eu olho pra ele e tudo muda… Terminei esses brincos ontem, fiquei olhando assim pra eles e pensei:  meu Deus do céu,  eu não estudei pra fazer isso. Como eu fiz isso? Como eu sei combinar a cor, como eu sei que a cor vai dar certo? Eu gosto muito de ler, de pesquisar, de estudar, de ficar assistindo programa de moda. No final tudo é vindo de Deus, é coisa de Deus, então eu me sinto vitoriosa por isso. Porque se ele me deu esse dom e se esta fazendo com que eu esteja no nível em que estou, é porque ele tem um plano pra mim com isso aqui.

Paulo Afonso tem: E qual o segredo do seu sucesso?

Jeane: Primeiro e acima de tudo é Jesus, depois tem duas pessoas que eu amo muito e que me ajudam e dão muita força: minha mãe e minha irmã Jackeline que deixou inclusive eu expôr minha bijuterias na loja dela. Depois vem dedicação, persistência, porque se eu tivesse que desistir, eu já tinha desistido ha muito tempo, porque pra botar pra baixo aparecem mil pessoas.  Pra mim, Deus e a família é a base de tudo.

entrevista-audacia-bijuterias-paulo-afonso (5)  Entrevista com a designer de Bijus pauloafonsina da Audácia Bijuterias, a empresária Jeane Gilcia. entrevista audacia bijuterias paulo afonso 5

Paulo Afonso tem: Jeane, nesse trabalho lindo que você desenvolve o que é que não te satisfaz? O que é que falta?

Jeane: Falta à valorização do artista na terra de Paulo Afonso, as pessoas de Paulo Afonso preferem comprar um brinco, porque é de uma marca, porque vende em tal loja, um brinco caríssimo, 4 vezes o valor do brinco de um artista que trabalha com amor, que faz com exclusividade. Tem gente que chega aqui, e pega um brinco meu por exemplo, olha e diz: Nossa, mas isso tudo? Custa isso tudo? Então sai daqui,  vai numa loja que custa 4 vezes mais e compra o brinco. A maioria das pessoas de Paulo Afonso não dão valor aos artistas da terra. Porque eu já mandei bijuteria até para o Mato Grosso do Sul. As meninas lá são fãs das minhas  bijuterias, Audácia Bijus tem fãs em Salvador, fãs no Cabo de Santo Agostinho, em Recife, no Rio de Janeiro, São Paulo.  Meu Facebook é diversificado, graças a Deus eu consegui com muito esforço. Tem pessoas que não conseguem entender a diferença  entre uma bijuteria feita por um designer artesanal, e uma biju produzida em fábrica e mandada pras lojas.

Paulo Afonso tem: Até porque as fábricas fazem em grande quantidade, com isso perde-se  a exclusividade.

Jeane: Exatamente. E outra, essas pessoas não sabem que muitas vezes as lojas que vendem esses brincos de R$ 120,00, enquanto o meu é R$ 50,00, compram de pessoas como nós. Então a loja compra, a gente ainda baixa o preço pra vender no atacado, a loja vende mais caro,  por um preço que não é justo, e mesmo assim o cliente compra.

Paulo Afonso tem: E você tem um cuidado  especial em relação ao material que utiliza pra que a biju dure mais tempo.

Jeane: Ela não tem garantia, mas eu tento fazer com que ela dure mais. Por exemplo: Peças que são mergulhadas,  banhadas a ouro flash,  isso faz com que a bijuteria  não escureça rápido. E as pedrinhas de strass marroquino que eu utilizo elas não escurecem.  A cola que eu uso você não corre o risco do brinco descolar as pedras, por que a cola é a mais cara, a melhor também.

Paulo Afonso tem: É um trabalho que você faz sozinha?

Jeane: Existe o padrão de qualidade Audácia, porque eu mesma produzo as peças. Tenho pessoas que me ajudam na questão de recorte dos detalhes, no recorte das franjas, na separação das pedras… Mas a montagem é feita exclusivamente por mim, porque eu sou muito perfeccionista e detalhista, então eu quero que saia perfeito.  Então montagem e colagem eu mesma faço. E por isso eu ainda não produz em grande escala, mas já tenho  revendedores, tanto empresas como pessoa física que revende as bijus finas Audácia.  E se alguém tiver interesse, é só tentar entrar em contato comigo através do Facebook, ou dos telefones de contato.

Entrevista dada a Simonia L. Neves do Site pauloafonsotem

Fotos: Site pauloafonsotem


Compartilhe esse artigo com seus amigos:

Curta-nos


6 thoughts on “Entrevista com a designer de Bijus pauloafonsina da Audácia Bijuterias, a empresária Jeane Gilcia.

  1. Hudson junior

    Ola , venho aqui dar aos parabens a essa guerreira e que deus sempre ilumine ela pois ela merece , e è cobsiderada a melhor designer daqui de paulo afonso bahia .

    Reply
  2. Hemille

    Vejo todo o seu esforço, amor e dedicação a cada biju e é por isso que no final todas se tornam lindas, até mais do que o imaginado! Você merece tudo de bom que isso venha a te trazer, talvez até um pouco mai…,Nem toda designer faz o que você faz, você é especial. Te amo, Deus abençoe seu trabalho hoje e sempre. <3

    Reply
  3. Rozilaide

    amiga parabéns vc merece esse reconhecimento,amo seu trabalho mais acima de tudo amo sua simplicidade de reconhecer que acima de nos existe um ser supremo que te inspira a criar suas biju,DEUS!

    Reply

Deixe uma resposta