Com proibição de revistas íntimas, Presídio de Paulo Afonso usará scanner para detectar entrada de objetos proibidos
com-proibicao-de-revistas-intimas-presidio-de-paulo-afonso-usara-scanner-para-detectar-entrada-de-objetos-proibidos

Com proibição de revistas íntimas, Presídio de Paulo Afonso usará scanner para detectar entrada de objetos proibidos

Com a aprovação da lei 13.271/2016, que a revista íntima em mulheres fica proibida no país, o Diretor do Presídio Regional de Paulo Afonso, Major Jorge Júnior, informou que solicitou ao estado scanner para a realização de revistas.

Uma nova arma contra a entrada de objetos proibidos na Penitenciaria de Paulo Afonso começara a funcionar em breve. São os scanners corporais, que substituirão as revistas feitas pelos policiais em visitantes e detentos. “Seja sob as vestes ou no interior do corpo, qualquer objeto será identificado pelo aparelho. É impossível burlá-lo”, disse o diretor do presídio de Paulo Afonso.

Com os scanners que foram solicitados ao governo do estado, o tempo de vistoria será reduzido de 12 minutos para apenas 10 segundos. O equipamento permite identificar objetos ilícitos que possam ser colocados nas roupas ou no corpo das visitas, tais como armas, drogas, aparelhos de telefone celular e chips de telefone. Enquanto os aparelhos não chegam, as revistas continuam, exceto as intimas em mulheres.

Fonte: RBN


Compartilhe esse artigo com seus amigos:

Curta-nos


Deixe uma resposta