Refrigerante é o sexto alimento mais consumido pelos adolescentes
PX126

Refrigerante é o sexto alimento mais consumido pelos adolescentes

TOMAR REFRIGERANTE COM AS REFEIÇÕES se tornou um costume absolutamente normal para muitas famílias. Mais do que isso, ele virou substituto de sucos naturais e até da água: basta a sede bater para abrir aquela latinha refrescante, igual a como acontece no comercial da TV. O consumo exagerado, no entanto, vem sendo refletido na prevalência de diabetes,OBESIDADE E DOENÇAS CARDIOVASCULARES ENTRE OS ADOLESCENTES.

Um estudo divulgado hoje (7), e realizado pelo Ministério da Saúde em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro, constatou que a bebida ocupa o 6º lugar na lista dos 20 alimentos da dieta dos jovens, à frente de frutas e hortaliças. Os dados mostram que as escolhas são normalmente caracterizadas por comidas tradicionais, como o arroz (82%) e o feijão (68%), mas também pela ingestão elevada de drinks açucarados (56%) e PRODUTOS ULTRAPROCESSADOS, COMO OS REFRIGERANTES (45%), salgados fritos e assados (21,8%) e biscoitos doces e salgados. No total, foram avaliadas 71.791 informações, passadas por estudantes de 1.247 escolas de 124 municípios.

Comer em frente à TV é um hábito comum dos adolescentes e isso influencia na ingestão de salgadinhos e snacks FOTO: thinkstock Refrigerante é o sexto alimento mais consumido pelos adolescentes Refrigerante é o sexto alimento mais consumido pelos adolescentes refrigerante

COMER EM FRENTE À TV É UM HÁBITO COMUM DOS ADOLESCENTES E ISSO INFLUENCIA NA INGESTÃO DE SALGADINHOS E SNACKS FOTO: THINKSTOCK

De acordo com o Ministério, esse padrão à mesa está associado à elevada inadequação dos níveis de cálcio, vitaminas A e E no organismo e, inclusive, ao EXCESSO DE ÁCIDOS GRAXOS SATURADOS, AÇÚCAR LIVRE E SÓDIO. Para se ter uma ideia, os números ainda indicam que mais de 80% dos adolescentes consomem esta última substância acima dos limites máximos recomendados, de 5 gramas por dia. A pesquisa revela, junto a isso, que 17,1% da garotada entre 12 a 17 anos está com sobrepeso, enquanto 8,4% já foram considerados obesos. Os meninos aparecem em maior porcentagem, 10,8%, contra 7,6% das meninas.

As razões para as conclusões podem estar vinculadas ao fato de que mais da metade da amostra COME EM FRENTE À TV – sempre ou quase sempre! Esse fator induz à preferência por salgadinhos, doces e bebidas de alto teor glicêmico, ao invés das frutas e verduras. Sobre os hábitos em família, 21,9% nunca ou quase NUNCA TOMA CAFÉ DA MANHÃ – o que também traz consequências à saúde, principalmente em longo prazo.

Manter a alimentação saudável desde cedo é uma tarefa e tanto para os pais, há de se convir. Os cuidados, porém, devem permanecer até mesmo depois de ter filhos grandes, para que eles sejam capazes de adotar um estilo de vida balanceado e equilibrado em todas as suas necessidades nutricionais. Senão, e baseado no que acabou de ser evidenciado aqui, cada vez mais a maturidade e a velhice sofrerão as consequências.

Fonte DAquiDali


Compartilhe esse artigo com seus amigos:

Curta-nos


Deixe uma resposta