Estagiários em busca de vagas encontram bom cenário em 2018 | Paulo Afonso Tem
6410550

Estagiários em busca de vagas encontram bom cenário em 2018

É, principalmente, nesta época do ano que as empresas recrutam jovens, em todo o país, para trabalhar como estagiários. A boa notícia é que neste 2018 o número de vagas está maior.

Conseguir colocar a foto e nome em um crachá de estagiário é o sonho de universitários que, neste comecinho de ano, foram participar de um processo seletivo. Muitos até já trabalharam, mas agora querem começar uma carreira.

“Tudo que eu aprendo na teoria na minha faculdade, eu quero colocar em prática no emprego que eu estiver”, diz Isaac Novais Emparanza, candidato a uma vaga de estágio.

A boa notícia é que a chance para o que o Isaac quer parece estar melhorando. As vagas, que diminuíram com a crise, neste ano, voltaram a crescer. Mais de 6% em todo o país. São 224 mil estágios para os ensinos Médio, Técnico e Superior.

“O mercado anteriormente estava em baixa nos anos de 2017 e 2016 e agora ocorreu uma retomada. Então as empresas querem investir e querem contratar estagiários até para oxigenar esse novo quadro de colaboradores da empresa”, explica Erick Sperduti, gestor de seleção do Nube.

Para eles a hora é essa. “Muitas pessoas estão interessadas em se divertir e quem precisa realmente, quem quer ter conhecimento, então acho que agora é o momento. Agora é momento de ir atrás”, afirma Gleice Ferreira Esturari, de 23 anos, que cursa marketing.

E os candidatos têm razão. A época é boa porque, além de parte da concorrência estar em ritmo de férias, muitas empresas abrem vagas agora porque já dispensaram ou, melhor ainda, já efetivaram os estagiários do ano que acabou.

A diretora de Recursos Humanos de um banco digital deu a dica do que faz o sucesso de um estagiário. “Quando a pessoa está realmente interessada em fazer parte disso aqui, ela vem com brilho nos olhos, com bom humor, boas ideias e com conhecimento sobre o que a gente está fazendo aqui dentro”, diz Camila Monteiro Casanova.

Para Ana Paula o ano começou assim: “Meu chefe chegou e falou: ‘você conseguiu, você foi efetivada no setor do seu interesse e a gente está te dando um reconhecimento’”, contou a analista financeiro júnior Ana Paula Cunha Julião.

Fonte Jornal Nacional


Compartilhe esse artigo com seus amigos:

Curta-nos


Deixe uma resposta