Osasco se refaz de derrota em final e vence Brasília na volta à Superliga | Paulo Afonso Tem

Osasco se refaz de derrota em final e vence Brasília na volta à Superliga

Nesta terça-feira, o Osasco colocou um ponto final na derrota para o Rio de Janeiro na final do Sul-Americano e virou de vez a página. Dois dias depois, o time do interior paulista recebeu o Brasília pela Superliga feminina 2014/15 e venceu por 3 sets a 1, no ginásio José Liberatti, com parciais de 25/18, 25/13, 23/25 e 25/21, em 1h51. Com 18 pontos, a capitã e central Thaisa foi a maior pontuadora da partida, que levou o Osasco aos 43 pontos, na terceira posição, atrás de Sesi-SP e Rio de Janeiro. A ponteira cubana Carcaces, com 17 pontos, foi eleita a melhor em quadra. Do lado do Brasília, a central Edna foi a principal pontuadora com 15 pontos, e o time candango segue na sétima posição, com 23 pontos.

Osasco x Brasília Superliga (Foto: João Pires/Fotojump)Osasco supera o Brasília na volta à Superliga (Foto: João Pires/Fotojump)

O próximo compromisso do Osasco é apenas no dia 20, na sexta-feira após o Carnaval, quando enfrenta o São Caetano, novamente dentro de casa, às 19h30, restando seis partidas para o fim da fase de classificação. No mesmo dia, às 20h, o Brasília encara Sesi-SP, em São Paulo.

- A equipe está bem unida e estamos trabalhando forte. Tento entrar sempre alegre e transmitir isso para as minhas companheiras. Procurou sempre estar positiva e passar isso a elas para que juntas conquistemos nossos objetivos - afirmou a cubana, que anotou 14 pontos em ataques e três em bloqueios.

Mari, que que foi titular mais uma vez, avaliou sua evolução com as companheiras e o entrosamento com Dani Lins.

- Jogamos bem os dois primeiros sets, mas no terceiro demos uma caída e elas começaram a arriscar mais no ataque. A quarta parcial também estava enroscada e conseguimos vencer somente na reta final. Estou começando a interagir mais. Eu e a Dani estamos nos entrosando novamente, já que a bola da Ivna é bem mais alta do que a minha. É um período de adaptação e temos tudo para encaixar o time. Vamos seguir trabalhando para evoluir na competição - analisou a oposta, que terminou a partida com 10 pontos.

Thaisa Osasco Brasilia Superliga (Foto: João Pires/Fotojump)Thaisa foi a maior pontuadora do jogo, com 18 pontos para o Osasco (Foto: João Pires/Fotojump)

O jogo

Bem no saque e concentrado, o Osasco começou a partida sem dar chances ao adversário, para logo abrir 8 a 3. Na primeira parada técnica, a equipe mandante mantinha o domínio com 16 a 11. Thaisa, em duas bolas rápidas, definiu o primeiro set em 25 a 18, em 27 minutos. No segundo set, o Osasco seguiu no comando. Quando o placar marcava 11 a 7, Mari conseguiu uma impressionante sequência no saque: foram sete pontos, com direito a dois aces. Com 18 a 7, o Osasco apenas administrou a parcial, para fechar em 25 a 13, em 22 minutos.

Com 2 a 0 no jogo, o time do técnico Luizomar de Moura voltou para a partida relaxado, e foi exatamente o que o Brasília precisava pata entrar no jogo. Depois de ver a equipe candanga chegar a 8 a 4, o Osasco chegou a empatar com Thaisa no saque. As visitantes, porém, retomaram o controle e, apesar do equilíbrio, fechou em 25 a 23, em 31 minutos.

Entusiasmado com a vitória no set anterior, o Brasília seguiu no jogo no quarto set, e o placar mostrava 20 a 20 no final da parcial. Foi então que Carcaces levou seu time para a vantagem e o bloqueio do Osasco, com Dani Lins e Thaisa, funcionou para chegar a 23 a 20. E com a cubana, somado a um erro do Brasília, o Osasco chegou a 25 a 20, em 30 minutos, e fechou a partida.

Confira as escalações:

Osasco: Dani Lins (2), Mari (10), Carcaces (17), Gabi (10), Thaísa (18), Adenízia (10) e a líbero Camila Brait. Entraram: Diana, Ivna (2) e Lara. Técnico Luizomar de Moura.

Brasília: Ananda (1), Elisângela (12), Edna (15), Angélica (4), Paula Pequeno (13), Michelle (10) e a líbero Verê. Entraram: Bruna, Pri Heldes e Erika (2). Técnico: Sérgio Negrão.

Fonte Globo Esporte


Compartilhe esse artigo com seus amigos:

Curta-nos


Deixe uma resposta