5 FARSANTES QUE AJUDARAM O MUNDO DE ALGUMA FORMA | Paulo Afonso Tem

5 FARSANTES QUE AJUDARAM O MUNDO DE ALGUMA FORMA

Nos filmes hollywoodianos os trapaceiros geralmente são boa pinta e cheios de charme. No entanto, as coisas na vida real podem ser bem distintas. Nada de Leonardo DiCaprio ou George Clooney. Na verdade, os farsantes tentam ao máximo se parecer com pessoas comuns, a fim de que seus disfarces sejam resguardados.

Aqui na Fatos Desconhecidos já escrevemos sobre os 7 golpes mais famosos usados por bandidos para assaltar as pessoas e os 7 segredos dos bandidos para você nunca ser alvo deles. Hoje, listamos alguns dos trapaceiros que, apesar de aplicar seus golpes por aí, acabaram contribuindo para o mundo. Confira!

1 - O falso cardiologista

William R. Hamman, publicou diversos artigos, viajou o mundo dando palestras e ensinando suas técnicas para diversos novos médicos ao longo de seus 20 anos de experiência como cardiologista. Além de médico, Hamman também era piloto de aviões.

No entanto, apesar de ter frequentado a faculdade de medicina nos anos 1980, Hamman nunca chegou a se formar de fato. O que não o impediu de realizar seu "trabalho". Mesmo após a descoberta da farsa de Hamman, muitos médicos queriam que ele continuasse a ensinar. Incluindo membros da Associação Médica Americana (AMA).

2 - Papai Noel sem rena

John Duval Gluck, no inicio do século 1920 em Nova York, incorporou um verdadeiro Papai Noel para cerca de 16 mil crianças de famílias pobres da cidade. Porém, ao passo que Gluck fazia a alegria dos pequenos, muito dinheiro também entrava em sua conta para "causas nobres". Causas que, de fato, nunca existiram.

3 - O Coronel dos papagaios

Carlos da Cruz Sampaio Jr. é nome responsável pela redução de 52% de crimes em algumas regiões no Rio de Janeiro no fim da primeira década dos anos 2000. Através de um sistema que usava uma série de estatísticas para prever crimes, Sampaio, que se autointitulou coronel, treinava militares de outros batalhões da policia militar. Sampaio também costumava dar palestras sobre o assunto.

O grande problema, na verdade, é que ele não era coronel e nem mantinha qualquer vínculo com a policia militar. Carlos, era o encarregado de vigiar os papagaios, para evitar furtos e roubos dos animais em um zoológico local.

4 - A hipoteca e o Ebola

Em 2014, o Ebola estava deixando os estadunidenses em estado de alerta. Craig Spencer, que morava em Nova York,  após retornar de uma viagem ao continente africano, teria falecido por contaminação do vírus do Ebola. Uma equipe, coordenada por Sal Pane, foi contratada para descontaminar o apartamento de Spencer e uma pista de boliche que ele havia visitado.

Isso devido aos 27 anos de experiência de limpeza de resíduos perigosos de Pane. No entanto, investigações posteriores sobre Craig descobriram que ele teria sido presidente de uma empresa de modificação de hipotecas e que teria roubado muitas pessoas durante a crise financeira em 2008, nos EUA.

5 - Uma faculdade para um fantasma

Ferdinan Waldo Demara Jr., ao longo de sua vida teria fingido ser um doutor em Psicologia, um estudante de Direito, professor e até mesmo assistente de um diretor em uma prisão no Texas, nos EUA. Durante um período ele fingiu participar de uma ordem religiosa chamada 'Christian Brothers of Instruction'.

Foi nessa época que Demara teve então uma brilhante ideia e convenceu os membros da ordem religiosa a abrirem uma faculdade. A iniciativa teve o apoio de pessoas ligadas ao governo, Dessa forma dariam mais notoriedade a ordem. E em 1951, a LeMennais College abriu suas portas.

Após alguns problemas e duas trocas de nomes, a Walsh University, até os dias atuais, atende a milhares de estudantes que muito provavelmente nem imaginam que um de seus mentores, apesar de seus feitos pela instituição, se tratava de um grande criminoso.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Fonte: Fatos Desconhecidos


Compartilhe esse artigo com seus amigos:

Curta-nos


Deixe uma resposta