Pauloafonsinos são finalistas do Troféu Inova Jovem Empreendedor | Paulo Afonso Tem

Pauloafonsinos são finalistas do Troféu Inova Jovem Empreendedor

Cerca de dois mil jovens moradores de comunidades periféricas de todo o Brasil foram capacitados para empreender em um negócio partindo do zero, com a metodologia By Necessity, da Agência Besouro. Destes, 30 finalistas concorrem ao Prêmio Inova Jovem Empreendedor, que será entregue na sexta-feira, 13.07, em Brasília. Todos participaram de programa da Secretaria Nacional de Juventude, do Governo Federal, ao longo do primeiro semestre de 2018. Além de aulas, os alunos permanecem incubados por 30 dias, com suporte presencial e online, para a garantia da continuidade dos empreendimentos.

Vidas foram modificadas com a possibilidade de geração de renda e histórias emocionantes tomaram conta do País. Diante deste retorno positivo, a Secretaria Nacional lançou a premiação. Trinta novos empreendedores foram selecionados para as finais nas categorias: a) Performance financeira: aumento do percentual da renda obtida no período; b) Histórico social: mudança social ocorrida, afastamento da criminalidade e da drogadição, busca por alfabetização; c) Inovação: desenvolvimento de uma área de negócios ainda não explorada no entorno.

Os finalistas de Paulo Afonso são da categoria Inovação. Alex Camboim e Edson Brandão abriram um serviço de recreação chamado “Cia. Brincarte”, que já é muito apreciado e procurado na comunidade. (Conheça, abaixo, a história de Alex e Edson.)

 

“O aluno, em condições de vulnerabilidade social, completar 30 horas de estudo em sala de aula e sentir-se preparado para, contrapondo o cenário econômico, abrir as portas de um empreendimento, sem suporte financeiro, já é cenário passível de recebimento de premiação, independente dos resultados imediatos obtidos”, salientou o criador do método e diretor-presidente da Agência Besouro, Vinicius Mendes Lima.

O ato de premiação aos três primeiros lugares em cada categoria e homenagem aos demais 21 selecionados ocorre no próximo dia 13, na sede da Secretaria Nacional de Juventude - Pavilhão das Metas, Via VN1 - Leste - s/nº - Praça dos Três Poderes – Brasília/Distrito Federal.

Brincadeira de criança – e de adulto, como é bom!

Brincar, ao contrário do que muitos pensam, não é só para a turma dos baixinhos. Brincadeira também é coisa de adulto e, mais do que isso, pode virar até negócio. Duvida? Então acompanha o que temos para falar sobre o Antônio Edson Brandão da Silva, 22 anos, e o Alex Camboin Maia, 21 anos, moradores da cidade de Paulo Afonso, na Bahia. Eles aprenderam a criar o próprio negócio com o Inova Jovem e já alçaram voo!

Ao lado das duas sócias Gabriele Martins e Lara Ezos, eles são os fundadores da Cia Brincarte, uma companhia de recreação infantil. Ao ficarem sabendo do programa da Secretaria Nacional de Juventude pelo site da prefeitura local, os dois decidiram fazer o curso para aprender mais sobre empreendedorismo e gestão de negócios. A ideia de apostar nesse ramo surgiu depois que Edson e Alex fizeram, no final de 2017, uma oficina gratuita de recreação disponibilizada pelo município.

Alex, que é estudante de Pedagogia, conta que o produto principal é a recreação infantil, a qual inclui origami, pintura facial, brincadeiras, teatro infantil e palhaça. Mas não é “só” isso, eles têm um diferencial e tanto: o resgaste das brincadeiras tradicionais. “Nós tentamos usar o mínimo de tecnologia”, destaca. As brincadeiras são pensadas para proporcionar coletividade e socialização entre as crianças e também com seus familiares.

No repertório, os contos de fadas não são os preferidos pelos monitores. “Muitas vezes, as próprias crianças criam as histórias, porque nós gostamos que elas utilizem a imaginação e criatividade”, diz. Já as brincadeiras proporcionadas são aquelas conhecidas, como pique esconde, seu rei mandou dizer e estátua. Bateu saudade da infância aí? Aqui também!

Mal o curso terminou e o retorno pelo esforço do grupo já está chegando: eles foram convidados pela Livraria Nobel para mostrar o trabalho em eventos com pequenos leitores. O resultado? Gostaram tanto que o convite foi feito de novo. E de novo. E de novo!!! “A livraria amou. Os pais e as crianças amaram. E nós da Brincarte também amamos a experiência”, conta Alex, felizão. Além de fazer bem para o coração, o serviço gerou grana,  claro!

Para quem quiser contratá-los, os valores são: R$ 200 por 4 pessoas para quatro horas ou mais e R$ 100 por 2 pessoas em uma hora de recreação. Dinheiro é bom, claro, mas tem que saber administrar. Ainda bem que os dois aprenderam muito bem isso com o Inova Jovem. Sem falar nas noções de mercado e preço. Os próximos passos da trupe já foram definidos: aumentar a divulgação, hoje feita apenas pela página no Facebook, e formalizar o negócio, obtendo um CNPJ.

Conforme Edson, que cursa Matemática, o Inova Jovem vai ajudar na questão de organização e planejamento da companhia, além de servir para saber como cada passo deve ser dado para colocar tudo em prática do jeito certo. “O curso em toda sua extensão foi muito bom. Um conteúdo muito massa foi a aula sobre a questão dos preços do produto, o quanto se gasta, o que se pode lucrar em cima da venda...”, acrescenta.

Alex, que não se enxergava um empreendedor antes, hoje olha para essa possibilidade com mais atenção. “Passei a ver de uma forma mais ampla, apesar das dificuldades que o empreendedorismo tem no Brasil”, acrescenta. Para ele, os impostos pagos quando se tem um lugar fixo é um dos maiores desafios. Ele diz isso porque uma das metas da Brincarte é ter um espaço físico para reuniões e depósito de materiais e fantasias. “Além disso, pensamos em expandir o quanto pudermos a área de atuação em locais diversos”, complementa.

Para eles, que já podem se considerar jovens muito promissores, o empreendedor é quem toma a iniciativa de ter um negócio próprio, mas que também assume muitas responsabilidades. “Hoje eu vejo que vale a pena arriscar, não é tão difícil como parece. Qualquer um pode ser empreendedor, basta acreditar na sua ideia e focar nela. Hoje eu me sinto capaz de conseguir progredir com meu negócio”, salienta Edson.

Para Alex, empreendedor é aquele que sabe identificar as oportunidades e transformá-las em uma organização lucrativa. “Uma pessoa criativa, inovadora e que não se deixa abalar pelas dificuldades”, finaliza Alex. Isso mesmo!!! Alguém ainda tem dúvidas que a Brincarte é sucesso garantido?

  Imagem:Fanpage da Brincarte

Compartilhe esse artigo com seus amigos:

Curta-nos


Deixe uma resposta